sábado, 27 de agosto de 2011

639

RENOVAÇÃO é a palavra!
MUDANÇA já ficou para tras!

Se encerra um ciclo para dar início a uma nova jornada. E vamos indo, vamos seguindo. Pessoas novas e antigas sempre cruzando o caminho.
E hoje parte do que eu era foi jogada fora. Meu sentimento foi de leveza! A cada tesourada era como se uma parte do que não me faz mais parte fosse de vez indo embora, saindo. Tudo jogado fora, tudo no lixo. Minha pequenez, minha solidão, minha insegurança, minha ingratidão. Tudo de um pouco do que me trouxe até aqui. Mas é hora de deixar outros virem!

Agradeço a cada um que tem feito parte deste momento... =)

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Even if there isn't tomorrow!!


"The first look is always innocent." by Fatih
"But I wanna your second look as well!" by Nâna

Sometimes it is the mind,
Sometimes it is the body,
Sometimes it is the moral,
Sometimes it is the feeling,
Sometimes it is nothing,
Sometimes it is everything...

And the rest of this post will be delivery to the person who makes me feel good and attractive and beautiful and interesting and so on... someone who has been adding to what I am already.

domingo, 21 de agosto de 2011

BEGINNERS


"In life, we are all beginners."
Josef Herman

Essa frase bem dita, está escrita logo ali embaixo a direita, em uma pequena parte do blog que divido o que leio e o que acredito e hoje gosto de dizer que sei porque eu sinto.
Eu sendo espírita, sempre procuro coligar coisas que leio e assisto com o mundo que vivo, com as pessoas que compartilho. E um dia fui a uma palestra do Divaldo P. Franco, aqui em Londres. Ele comentava sobre o momento que vivemos na Terra. Um grande momento de mudanças e transformações e que muitos espíritas ou não, adoram comentar que o mundo vai acabar. Deixando este tópico para um outro poste, o que gostaria de comentar, é que nesta palestra ele comentou uma de suas histórias, onde um expectador em uma outra apresentação, perguntou se ele acreditava realmente no que o espiritismo pregava. E ele sabiamente respondeu: "Não, eu não creio, pois quem cre hoje, descre amanhã. Quem acredita hoje, amanhã deixa de acreditar. EU SEI!" E isso teve um certo impacto aos meus sentidos!! Mais uma briga interna com Deus, por já ter sentido certezas e não ter compreendido de tê-las perdido. Mas hoje EU SEI!! E não é sentir, mas é realmente saber!! E o que eu sei, é aquela frase a qual antes eu apenas acreditava...

"Na vida, somos todos iniciantes."

Não importa sua idade, não importa sua bagagem, não importa por quantas coisas já teve que passar. Se você é vivo, tenha certeza de que somos todos e sempre iniciantes. Seja um emprego novo onde você não conhece ninguém e nem sabe onde pode tomar um café. Seja alguém novo que tenha chegado para trabalhar. Seja um vestido novo ou um carro novo ou não, comprado. Seja o que for. Seja uma paquera nova, um namorado novo, uma transa nova. Tudo sempre será um começo.
Mas eu quero ir mais fundo hoje. Ainda que seja o mesmo emprego, o mesmo carro, a mesma roupa e o mesmo companheiro... você ainda é o mesmo?? Um passo dado já nos tira da posição a qual nos era experiência e nos coloca na posição de iniciante. Você aprende, você cresce, você amadurece, você deixa de fazer coisas que não gosta, ou começa a fazer coisas que não queria. Da mesma forma que descobre do que gosta e começa a fazer diferente. "Na vida, somos todos iniciantes."

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Eat Pray Love

Ver Ouvir Ler Sentir
Qual dos sentidos?? Ou todos os sentidos??

Antes de voltar a Londres, alguns amigos haviam me dito para assistir ao filme do título. E por ter uma produção Hollywoodiana e mais Julia Roberts como protagonista, me fizeram não assistir. Adoooooooro filmes americanos e gosto da atriz. Não sei explicar exatamente minha exitação em assistir ao filme. Passou o tempo, vim para Londres, tenho feito o que me propus a fazer e um dia como qualquer outro passei em uma das lojas beneficentes e lá estava o livro Eat Pray Love por 50 centavos. Mesmo que não tivesse nenhuma intenção em ler naquele exato momento, comprei-o. E não demorou para que eu DEVORASSE suas páginas e relesse partes descritas sobre o descobrimento pessoal da escritora. Dei muitas risadas, vontada louca de dar um pulo na Itália e uma sensação de paz, de entendimento e por assim dizer... iluminação.
Agora me sinto no desejo de ver o filme, pois já senti o livro e absorvi o que muitas coisas se passam na tela viva do cinema, mas não na pele viva do meu ser, no sangue quente que corre nas minhas veias, na mente incessante da minha alma. Pequenos detalhes que passariam despercebidos quando o prato da imaginação já esteja feito. E minha personagem é relativamente diferente da Julia Roberts ou até mesmo da autora. Não, não sou eu!! Mas uma mulher comum entre todos. Um ser do mundo que busca sua paz, como todos!
Espero que quem tenha assisitdo ao filme, possa ler o livro e quem tenha lido o livro, possa ter aprendido mais sobre si mesmo e visto que a nossa felicidade está logo aqui.
Neste momento a minha felicidade é a paz que eu sinto. E aprendi, entre outras coisas, que ao permitir tirar essa constância de mim, é porque ainda não a compreendi por inteiro! Estou aprendendo... Mas tenho meus momentos de paz e felicidade!
Obrigada meu Deus!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Para RR - uma mensagem subliminar na música de Renato Russo e na voz de Cássia Eller

1º de Julho

"Eu vejo que aprendi
O quanto te ensinei
E é nos teus braços que ele vai saber
Não há por que voltar
Não penso em te seguir

Não quero mais a tua insensatez

O que fazes sem pensar aprendeste do olhar
E das palavras que guardei pra ti
Não penso em me vingar
Não sou assim
A tua insegurança era por mim

Não basta o compromisso
Vale mais o coração

Já que não me entendes, não me julgues
Não me tentes
O que sabes fazer agora
Veio tudo de nossas horas
Eu não minto, eu não sou assim
Ninguém sabia e ninguém viu
Que eu estava a teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser

Sou Deus, tua deusa, meu amor
Alguma coisa aconteceu
Do ventre nasce um novo coração

Não penso em me vingar
Não sou assim
A tua insegurança era por mim
Não basta o compromisso
Vale mais o coração

Ninguém sabia, ninguém viu
Que eu estava ao teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser

Sou Deus, tua deusa, meu amor
Baby, baby, baby, baby

O que fazes por sonhar
É o mundo que virá prá ti e prá mim

(Não) Vamos descobrir o mundo juntos baby
Quero aprender (já aprendi) com o teu pequeno grande coração
Meu amor, meu Chicão..."

p.s.: meu erro foi acreditar que você pudesse cumprir com suas promessas.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Alice Ayers *


Esta é uma oração ao amor:
Chegue quando for a sua hora em chegar.
Um amor que todos procuram e poucos encontram. (Pelo menos é o que eu vejo!)
Uma canção, uma música, uma melodia.
Seja o que for para o amor se por.
Farei uma petição a Deus,
Pedirei a todos que conheço e muito mais para assinarem,
Pois minha mente permanece em ti,
Meus olhos não se desviam,
Meus passos teimam em te seguir, mas parece que nunca te alcança.
Está é uma oração para o amor:
Chegue quando for a sua hora em chegar.
Peço que seja gentil, que bata na porta,
E caso eu não te reconheça de momento, me perdoe,
Pois já me foram tantas vezes rasgado o coração que posso não estar atenta,
Mas digo ao amor:
Chegue quando for a sua hora em chegar.

* Um nome roubado para uma personagem, que mostra que um nome não te defini, mas o que você sente é o que te conduz no seu dia a dia. E em como seria fácil seguir outros passos.

Existem músicas que são como uma oração...


"Não vale a pena sangrar por sangrar...
Não durma antes de sonhar."

Adaptação ou Mutação

Já perdi as contas de quantas vezes mudei de casa, de cidade, de quarto e de vontade. Nenhuma foi fácil, pois sempre tem o que é deixado para trás e que por vezes mantenho em meu coração.
E aí quando muda, começa tuuuudo outra vez. E penso em como eu consigo me adaptar com certa facilidade; no entanto se há a possibilidade de mutar ou mudar, assim o prefiro. Adaptação é temporário, mutação é 'forever'!
A mais difícil das mudanças é a daqui de dentro. São atitudes, pensamentos e expectativas. É mudar limites, transgredir idéias, ir além.
Confesso que cansa e dói, e por um breve momento eu entendo o comodismo. No entanto essa característica nada me convence a permanecer no mesmo eixo. E aí vem de novo a vontade em querer melhorar, fazer diferente, mudar minha história, pelo menos a parte que ainda não foi escrita.
Fujo de casa para tentar ser diferente. Por vezes que consigo, por vezes que não.
Apenas me preocupo em não deixar minha falta de fé ser dona da minha loucura.

De volta ao mundo www

Olá meus queridos, fiquei sem postar estes dias pois não tive conexão com o mundo www e quase enlouqueci!! Mas sobrevivi e estou de volta! =)

Irei publicar as postagem conforme me foram surgindo neste pequeno período de abstinência!

bju gde a todos!
Nâna