quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Coisas para Deus Cuidar (CDC)

* eu no carnaval 2012

Toda vez e sempre quando vou na terapia, minha psicóloga me pergunta: -"Já escreveu para o Papai do céu o homem que você quer para você?" E aí eu falo, nãaaaoooo!
Não sei dizer se era por não saber EXATAMENTE o tipo de homem que quero para mim ou se era o medo de pedir e passar o tempo e ver que ele não veio. Mas cada vez mais pessoas ao meu lado vem me demonstrando que eles têm o que pedem, companheiros, trabalho, aquisições etc. E não sei se é isso ou se é porque descobri o tipo de homem que quero para mim! hahaha, aqui vai...
O homem que quero ao meu lado poderia dizer que é um Justin Walker, quem conhece o seriado Brothers and Sisters sabe de quem eu estou falando.
Ele é um cara com uma certa beleza, não o considero modelo de beleza, nem lindo, mas o tipo de beleza interessante para um contato inicial, uma aproximação, afinal homem muito bonito dá trabalho e eu acho que eu sou assim, acho que minha beleza é assim. E ele demonstra um charme, uma timidez, uma ação, uma atração que me cativa. Que seria capaz de conquistar pelo primeiro movimento ou reconquistar pela luta que faz ao ir atrás de uma garota, ou mulher, no meu caso! Ele é do tipo família, o cara que curte a vida não por querer ficar com o maior número de mulheres possível, mas que sabe que os valores de fidelidade e companheirismo são imprescindíveis em um relacionamento. Ele gosta de mulher, gosta de azarar a mulherada, mas quando conhece alguém de valor não a trocaria por uma noite ou uma trepada! Afinal, ele viu, do jeito mais doloroso possível que seu pai não era o herói que ele pensou que fosse e assim aprendeu a ver a dor da desconfiança, da traição que sua genitora sofreu ao saber dos casos de seu pai. Logo, ele buscando o melhor de si, saberia evitar essa dor em sua companheira. E sabe que curtir a vida não é quantidade mas qualidade!!
Justin Walker é um homem que sofreu e ainda sofre porque foi para a guerra, lutou ao lado de seus companheiros pela vida, matou e viu a morte de perto. Lhe traz coisas desagradáveis na memória, mas que o lembram em como a vida é preciosa. Ele por um tempo foi uma pessoa autodestrutiva. Consumiu drogas, se viciou em bebida e analgésicos, passava dias drogado, sem saberem aonde estava. Ele não acreditava em si mesmo e estava cansado das pessoas o tratarem como um bêbe. Por isso se jogou na vida, "foi ao inferno e voltou". E como já disseram, não acredite em ninguém que nunca tenha sido autodestrutivo de alguma maneira em sua vida. Ele se tratou, sabe que nunca mais poderá colocar uma gota de álcool na boca, que precisa estar vigilante. A qualquer momento que pensa em ceder, é preciso reacender a chama da fé, do companheirismo, e levar o dia adiante, mas não se importa das pessoas ao seu lado beberem.
E depois de ter batalhado pelo sonho de ser médico e mesmo sem ter conseguido atingí-lo, no final das contas trabalha como para-médico, profissão de grande respeito e a qual ajuda a salvar vidas também. Enfim, um homem que cometeu muitos erros, que cometerá muitos ainda, mas que têm CARÁTER, que não têm medo da derrota, que sabe ir atrás de seus sonhos e que sabe conduzir uma mulher ao seu lado e na cama. Que batalha incansavelmente por ser uma pessoa melhor.

* esse é o ator que faz o papel do Justin Walker, uma graça!!

Coisas para Deus Cuidar:
Trazer um Justin Walker a cruzar meu caminho, não somente cruzar, mas permanecer nele, lado a lado. Pois eu sei que serei igual. E acredito que eu não mereço nem mais que isso, na busca de um príncipe encantado ou alguém que irá preencher todas as minhas expectativas (pois isso não há), mas também não mereço nem menos que isso, alguém que ache que curtição é somente para os solteiros, que ache que não exista uma mulher que entenda de futebol, que respeite o momento com os amigos e entenda a família do outro.
Pois é, essa sou eu!! Na confiança, no amor e no respeito, não vejo o problema em meu companheiro sair uma vez e outra com os seus amigos, não vejo a dificuldade em assistir a jogos de futebol, não sinto competição com a família, pois mãe é mãe, irmã é irmã, papéis que não estão no meu lugar em preencher!
Não irei procurar, mas esperar, pois "quem procura sempre acha", mas não acha o que procura. E "quem espera, sempre alcança", o que há de melhor, por saber que Deus colocou o que há de melhor na sua vida.


* e eu de novo!! :-)

Nenhum comentário: