Obstáculos


Superá-los ou aprender a viver com eles.

Possivelmente que a primeira opção é a melhor opção. Claro e inquestionável que superar dificuldades, brigas. desentendimentos, contra-tempos é um desafio. E assim são chamados devido a sua função.

Por vezes que não conseguimos superá-los e aí a convivência pode ser amena, quando os ignoramos a maior parte do tempo ou agimos maliciosamente com a situação. Sem ainda superá-la.

Uma vez superado, uma vez resolvido.

Outras vezes esquecido, diversas vezes ressurgido.

E lidar com a pedra do sapato é agir de forma que se mova, suba, desça, contorne, mas jamais supere e retire o incômodo.

Não gosto de malícia. Não gosto do jogo. Não gosto do talvez. Não gosto do tanto faz.

Mas bater sempre de frente não é somente para os fortes, mas fortes, persistentes, teimosos, inflexíveis.

E não, não gosto de ser sempre forte, persistente, teimosa e inflexível.

A vida é mais bela e prazerosa ao sabor do vento, ao balançar do rio... Com ondas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entender vs. Compreender

Morte e Doença - Death and Illness

Pay it forward