Chegadas e Partidas...


Porque o Universo conspira para o seu próprio desenvolvimento. Isso inclui eu e você e todos no globo. Podemos ajudar ou atrapalhar este andamento. Adiantar ou atrasar seu curso. Mas é isso o que se passa. 

Uns correm para cá, outros para lá. As vezes parecem apenas seguir a maré, em vez de seguirem seus desejos. Indo de encontro com seus destinos pela força do Universo, ou por conta do livre-arbítrio, ou por conta dos dois.

Por vezes que segui a maré e até então tudo parecia bem. Por vezes que segui meus instintos e confesso que foi bom. Só não foi muito bom porque nem sempre mergulhei de cabeça, falo de cabeça mesmo, por medo do que os outros iriam pensar, achar que estaria sozinha, sem ninguém... qual a graça de hoje estar assim, meio só e não ter mais aonde mergulhar. Ou falta de coragem, ou não achar que valha mais a pena.

Enfim... cansei de querer quem não me quer. E ter quem me queira sem que eu os queira... sim plural para ajudar!! Meta para 2013?? Não seria exatamente querer a quem me quer, mas com certeza é aprender a deixar de querer quem não me quer e me querer mais feliz por isso.



"Eu quero, certo? Não sei se devo, também não sei se posso. Se é permitido? Sei lá, acho que também não sei o que é dever ou poder, mas agora estou sabendo de um jeito muito claro o que é precisar, certo? E quando a gente precisa, não importa que seja proibido. Pois querer, nem sempre a gente inventa, apenas acontece. E precisar é ainda mais do que querer, certo? "

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entender vs. Compreender

Morte e Doença - Death and Illness

Pay it forward