Qual é o saber do sentir??

"Do outro lado da linha, o doutor David lhe disse que não era mais o caso de tomar remédios. A biópsia dos gânglios ficara pronta, e a notícia não era boa. Giane ouviu, desligou o telefone, levantou-se da cama e foi até a cozinha, onde Heloísa preparava o jantar. Não encontrou outra forma de dizer a ela:
- Mãe, estou com câncer.
Heloísa só desligou as bocas do fogão, pegou a bolsa e foi com o filho para o hospital. Em silêncio."

Parte do livro Giane - Vida, Arte e Luta


E os dois devem ter tido o mesmo medo, os mesmos temores e as mesmas dúvidas. Mas qual é a sabedoria em sentir de forma diferente o mesmo sentimento? Seja medo ou amor, coragem ou covardia, frustração ou alegria. Nomes iguais, ações diferentes. Palavras similares, pulsações desiguais. 

E cada vez que ando vou aprendendo que o meu sentir é diferente do teu e por isso devo me calar diante da tua dor, da tua dúvida e até mesmo do teu amor. Racional é no papel e por mais que se siga nesta linha uma hora o sentir bate e tudo o que você acreditava evapora, pois crer e saber são protagonistas do mesmo personagem, mas em episódios diferentes na mesma história.

E aqui um filme que recomendo. Trata-se da troca de bebês, coisa já vista antes. Mas neste caso os bebês trocados são de grupos rivais, uma família é judia, enquanto a outra é da palestina. E quando se descobrem ser o que mais aprenderam a odiar por um passado manchado em nome da religião, como se amarem diante de tanta confusão?!? E eis que se amam, pois a razão sempre perde para a emoção. Pois no final você vai sofrer, então que seja por amor, por abrir seu coração e receber os teus, os meus e os nossos... O filho do outro - Le fils de l'autre




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entender vs. Compreender

Tradição

Morte e Doença - Death and Illness