Caminhando e cantando


Vai lá meu amor, fazes o teu desejo que faço o meu.
Mas não esqueça de voltar para o nosso chamego.

Vai lá minha paixão, fazes o doce que queres.
E quando voltar deixe a porta aberta para o amor entrar.

Vai lá meu coração, fazes a pazes com o sossego.
E ao colocar a mala nas costas leve consigo a minha oração.

Sorriso no rosto e a paz no coração.
Sorriso nos lábios, nem sempre satisfação.
Sorriso nos olhos e a certeza da obstinação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entender vs. Compreender

Tradição

Morte e Doença - Death and Illness