quinta-feira, 28 de março de 2013

Para o Universo


E meio sem esperar o quê
Os corpos se atraem
As mentes se encontram
E os olhos se cruzam

De repente eu ao te ver sou estática
Você ao me ver é movimento
O leve toque da mão entrega o desejo
A respiração presa confirma
 
E assim se fez um sorriso em meus lábios e borboletas em meu estômago...

Nenhum comentário: