terça-feira, 11 de junho de 2013

O caos do pensamento

"Mas nunca se sabe no instante presente se a realidade é sonho ou se o sonho é realidade..." (Milan Kundera in: A vida está em outro lugar. Ed. Círculo do Livro, p. 218)



Pois teus sentidos me alcançam, teus olhos grudam em mim e tua boca me deseja
Em pensamento nossas energias fazem amor, mesmo que o teu corpo esteja longe do meu
Antes tão tranquila e segura, hoje caminha por turbilhões de emoção
E por mais que tentamos esconder esse vulcão que acende quando nos vemos
Acho que a pior mentira é a que dizemos a nós mesmos, que conseguimos zerar nossos sentimentos e voltar a caminhar em terreno plaino
Já não posso negar mais, já não quero mais negar
Pois suas roupas estiveram jogadas entre as minhas coisas e seu corpo ficou em torpor junto ao meu.
Se algum dia nos encontrarmos, só posso desejar que o tempo pare para nos dar todo o tempo em falta que nos tenha consumido nossos sonhos e confundido nossas realidades. 


 

Nenhum comentário: