Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Fazer parar o mundo

Imagem
Não é assim tão fácil, não é assim tão rotineiro, nem mesmo para todos... parar o mundo, silenciar o lado de fora, calar a mente e a multidão.

E ainda que isso não seja um refúgio, ainda é um lugar que procuro, que gosto, que curto, que amo estar.

E como acontece nos sonhos, enquanto a realidade passa bem devagar, lá o tempo voa.

Tudo que é belo, tudo que é mágico, tudo que é de certa forma insano.

Nada mais gostoso do que me perder em ti. 


A ajuda que aleja

E eis que vamos ampliado nossos horizontes, trazendo consigo outros olhares e eis que finalmente encontramos histórias que completam nossos pensamentos e trás calmaria em nossos corações e deixam nossa alma mais leve... e quem sabe aprendemos mais um pouco?!!

"Conta-se que havia um casulo ao qual a larva já em fase final de transformação estava fazendo esforço para quebrar a leve película e assim ganhar ares novos. E ali estava um senhor a observar todo o trabalho deste bichinho tão pequeno. E o senhor pensa consigo: - Mas que sofrimento dessa borboletinha! E eis que o senhor se postou a esperar, mas logo pensando no que poderia fazer para ajudar o bichinho em sofrimento, pegou uma tesoura e cortou o casulo ao qual o bichinho ali estava, fazendo no seu tempo todo o trabalho de soltura. E depois que o senhor cortou e abriu o casulo da borboletinha esta ficou ali, prostrada, sem forças para alçar vôo. E o senhor não entendeu o por quê."
E eis que ao cortar e abrir o casulo, em…

Orfandades

Tudo aquilo que começa e é interrompido se torna órfão.
O amor que não pode ser entregue.
A palavra que não se finalizou.
O pensamento que foi chamado a atenção.
O olhar que se cruzou.

Palavras e sentimentos... coisas meio antagônicas pelas palavras serem pequenas quando os sentimentos são tão longínquos. 

A orfandade de um mãe que perde o filho.
Do filho que entrega a mãe e perde-se da rotina.
O emprego que se desfez e o dia a dia que não mais acontece.
O sonho que se desmanchou ao se acordar.

Ser órfão e fazer o outro órfão. Ciclos de perdas e ganhos.
Achados e perdidos... as vezes mais perdidos do que achados.
E mesmo querendo dividir tanto, ainda há o egoísmo carregado no peito, a falta de caridade e o medo de perder o que nem mesmo me pertence.

"Só é seu aquilo que você dá."
*Lampirônicos

Do que está em minhas mãos

Imagem
Há coisas as quais sou responsável, assim como entre tantas outras não fazem parte de mim resolver.
E uma das coisas a qual está, é em como quero viver a minha vida.
As oportunidades acontecem.
As escolhas devem ser feitas.
O tempo nos consome.
A dúvida engana.
O encanto nem sempre acaba.
E escolho você!
Viver com você.
Amar você.
Aprender com você.
E mesmo que haja dias em que me sinto fraca, é o sentimento que nos move.
E desejo ser uma pessoa melhor a cada dia.
Há muitas coisas a qual não posso escolher, mas esta eu posso e assim o faço.
Desejo ser mais feliz, pois não me falta oportunidade para isso.
Quero ser uma pessoa mais tolerante.
Quem sabe até paciente.
Quero ser uma pessoal mais amável.
Quem sabe até para meus inimigos.
Quero ser uma pessoa mais amorosa.
Quem sabe até mesmo para com os indiferentes.
Quero ser uma pessoa mais humana.
Quem sabe até mesmo com os desumanos.
Não sei qual é o meu limite, mas sei que quero compartilhar este caminho contigo.
Pois o amor é para os fortes.
E te admiro meu a…

"Mente sã, corpo são"

Imagem
Mente que pulsa, corpo que alarde, alma que clama
Mente inquieta, corpo que cala, alma que desanda
Mente que cansa, corpo que caí, alma que aguenta
Mente que grita, corpo que sofre, alma que sustenta

É a mesma

Mente que impulsiona, corpo que responde, alma que vibra
Mente em foco, corpo em equilibrio, alma em harmonia
Mente que satisfaz, corpo que levanta, alma que alimenta
Mente que exala, corpo que celebra, alma que sustenta

Qual deles que se segue?
Você quem escolhe! ;-)

E hoje quero cantar

Imagem
Seja poemas, versos, cânticos, poemas, versos, cânticos, poemas, versos, cânticos...
Hoje quero cantar e dançar, cantar e dançar, cantar e dançar...
Com sol ou lua, sombra ou não, sol e lua, sombra ou não..

E hoje quero cantar, pois tenho aprendido o refrão
E todos os dias quero dançar, pois tenho aprendido as combinações dos passos
E quando me perguntam qual ritmo que tu quer cantar e dançar, logo vem a resposta: da vida!

*desta vida a gente não leva nada, mas sem o necessário fica difícil de fazer até o mínimo.

O que está seguro em nós

Lendo um artigo em uma revista eletrônica espírita - www.oconsolador.com.br - ali estava o que sempre pensei, concordei e vivi.
Como a tecnologia que veio a nos salvar, aumentar as nosssas chances de sobrevivência, de diminuir distâncias e trazer cada vez mais rápido informação, têm a seu lado negativo. Pessoas que a usam para propósitos de maldade, como combinar arrastões, pesquisar sobre bombas e comprar ferramentas mortais.
Não apenas nisso a tecnologia nos trouxe de ruim, mas também um distanciamento interpessoal. Quantas vezes no metrô, na rua, em casa, na escola, em um encontro com os amigos, todos estão mais preocupados com seus celulares que não páram de aptar do que com as pessoas ao seu redor, a paisagem diante de seus olhos, quem sabe uma leitura mais profunda, a preocupação em adquirir um conhecimento... E quantas vezes não faz de alguém de perto se tornar longe, pois justamente, a pessoa já está ali, conectada como você, para que ligar ou ir vê-la, se trocamos notícias via …

Todo mundo tem um chefe.

E para começar o ano de bem consigo e com todos, é bom checar se o chefe está feliz, de acordo, contente. Não sei o nome do seu, mas o meu é a minha consciência.

Cada qual com seu chefe. Cada qual com seus sonhos. Cada qual com suas escolhas.

E eis que dou mais por mim a cada ano. E eis que dou mais pelos outros a cada estação. E eis que dou mais do Universo a cada conhecimento absorvido.

Não quero parar. Não querer correr. Não quero falhar. Apenas quero viver.
E nem sempre nesta equação o equilibrio bate no final das contas.

Mas vamos lá meu bem... o ano não parou, apenas mudou de número.
E vamos lá meu bem... o tempo sempre percorre os mesmos segundos.
Vamos lá meu bem... que o ponto de partida já ficou para trás.

Bom 2014 à todos!!