domingo, 30 de março de 2014

O outro lado da moeda

Como se pode descrever o outro lado da moeda??

Falamos e fazemos, mas nem sempre nos colocamos no lugar do outro. Digo, estarmos mesmos no lugar do outro.

E assim senti o outro lado da moeda.
Fui pega de surpresa, de supetão.
E ocorreu na mente os momentos que o outro coração deve ter sentido o que o meu sentiu.
E talvez por isso o meu ficou um pouco menor, por vergonha em saber e ali reconhecer o que o outro sentiu... e confesso, sentiu mais vezes que eu.

O outro lado da moeda pode ser bonito, pode ser feio, pode ser alegre e pode ser triste.
Seja como for, mais um exemplo a adicionar nos itens de aprendizagem:
- Apenas fazemos uma pequena ideia do que é estar no lugar dos outros, pois estar mesmo, é um tanto bem diferente do imaginar estar.

Que bom que o outro coração tem demonstrado a ser mais aberto que o meu...

Nenhum comentário: