segunda-feira, 16 de junho de 2014

Pois é...

Meu coração anda sofrendo.. mas mais com as coisas da alma do que do corpo, mas quem está perecendo é o corpo.





Acho que pior do ver é saber, pior do que ouvir é saber, pior do que falar é saber. Isso quando se trata de coisas ruins, é óbvio. Pois as coisas boas pouco as sabemos e sempre queremos ouvir, pois ainda teimamos em acreditar mais no que nos faz sofrer do que valorizar o que nos faz bem.

Valores de coisas, pessoas, momentos.

E ontem assisti ao filme: A culpa é das estrelas. Nem preciso falar que chorei como todas as mulheres ali presentes. E é assim, morrer de amor um pouco por dia, fazer valer a pena os momentos, ser memorável as pessoas que te cercam, gostar, cuidar e aproveitar o que temos. Mas ainda somos tão pequenos neste mundo que lá vamos e damos mais força as coisas erradas. 

E como me sinto pequena...



Como sempre busco em todos os filmes e livros e seriados e afins uma lição, um aprendizado, um suspiro, um momento de alerta, de luz, de chamado. Houve vários, mas um em especial, como disse antes, as vezes o saber é pior do que o ouvir, o momento que precede e mesmo sabendo você espera e aguarda para que o tempo parasse e as coisas mudassem... mas não, o tempo não pára, as coisas continuam e ali estamos.

Sinto as palavras borbulharem aqui dentro, mas se tornam gasosas do lado de fora.
Sinto os sentimentos queimarem aqui dentro, mas viram problemas do lado de fora.
Sinto a alma gritar aqui dentro, mas vira loucura do lado de fora.
Sinto o medo aqui dentro, e esse sim, se expressa como uma trava tanto de dentro quanto de fora.

E hoje senti a dor de coração, não de perda, mas apenas de coração... e fazia tempo que não me visitava!


Nenhum comentário: