Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Poluição moral

Falamos tanto em não poluir o nosso planeta, reciclar objetos que usamos, e nos deparamos com a falta de moral e poluímos nosso ar com a intolerância, falta de respeito e falta de paciência.

Uma vez postei uma frase a qual descrevi perfeitamente o que eu acreditava naquele momento. O conceito em si não mudou, hoje se deu uma amplitude a frase, sendo assim, a mesma não está errada, mas apenas incompleta:
"Se você quer a paz, prepare-se para a guerra."
Antes a vida era de forma que quando desejássemos a paz, a guerra aconteceria por termos que modificar o terreno pisado e a nossa volta. Hoje vejo que a guerra é interna, já que eu quem quero a paz, eu devo mudar para que a discórdia e divisão não ocorra. Devo me prestar a situações que antes jamais me colocaria. E isso ainda diante de familiares, amigos e inimigos. Passar por momentos que possam me tachar de boba, de fraca, de pequena, de idiota. Mas aqueles que comigo reconhecem que a melhor palavra é aquela não dada e que o si…

Palavras vs. Ação vs. Realidade

Há uma propagando do seriado The Americans no Canal FOX que fala que o verdadeiro disfarce é aquele que convence porque se torna a realidade. E não pude deixar de concordar em se tratando de demonstrar o que é real e natural, seria o é verdadeiro e natural. Afinal tudo o que nos tira da rotina, do modo de pensar, agir, não parece dos mais sinceros.
E diversas vezes falei em mudança... e hoje travo uma nova batalha interna em mudar duas coisas em mim. Sejam o que for, não é fácil por ser de desejo meu esta mudança. Quando o tempo faz o serviço, muitas vezes demoramos a perceber que a direção deste avião mudou de rumo. No entanto quando a opção passa a ser nossa, é difícil manter a rota d.i.a.r.i.a.m.e.n.t.e. É uma luta constante do que é e quer passar a ser o que era, para o que será e quer passar a ser o que é. E neste trajeto, como sempre ponderei, o tempo, nosso aliado, leva o seu tempo para que transporte os fatos, as coisas, as ações, as pessoas, os sentimentos, os pensamentos, os…

Passos

Na incerteza dos passos, a água do mar rebate na proa.
A direção que foi escolha, não deixa que olhe para trás vez e outra.
Percebo que estou errada nisso. Brigo com mim mesma e ainda me condeno por isso.

Não sei por que, mas por estes momentos me pergunto: o que pensa que fazes? o que acha que isso vai te levar? o que acha que vai ganhar com isso? E outra voz responde: posso não estar certa do que faço, mas busco felicidade, não apenas momentânea, mas a que seja diária, um estado de espírito que me conduza a linha constante de leveza e saber que tudo estará bem, esteja aonde estiver; não sabendo o que irei ganhar com isso, até então acho que mais tenho dado do que recebido, mas é o que tenho e é o que o outro tem. Não posso condená-lo por isso, mas também não posso passar todo o meu tempo aguardando, esperando, desejando, sonhando que um dia isso será diferente. Mas hoje não sei fazer de outro modo, não sei deixar de esperar, de aguardar, de sonhar, de desejar que irão ver novamente …

O caminho do meio

Para variar, não sei bem ao certo, mas acho que as pessoas não falam, não comentam, não dialogam muito sobre o caminho do meio. Talvez por ser o que nos consuma mais tempo e dinheiro, mais atenção e tempo, mais trocas de sonhos e realizações (nem sempre destes sonhos) e tempo. E engraçado que é a época que mais temos tempo durante nossas vidas.
A infância e adolescência com data para acabar, percorre seu tempo, com preocupações de pais e familiares, pressões em ser uma pessoa responsável, escolher uma profissão, aliás, o estudo de uma, afinal, quantas pessoas estudam uma formação e não trabalham na mesma?! Eu por exemplo e por opção em uma época (opção errada, mas foi minha opção), não trabalho na área acadêmica que me formei. Ou nem estudam e trabalham. E a fase adulta, que hoje não há necessariamente uma data a qual se inicia, ou mesmo que se acaba, mas que parece eterna e ainda sim, quase pouco damos a dada atenção no intuito de nos dedicarmos ao que vale na vida, por estarmos tão …

Success

By Christine Lagarde: "Success is never complete. It's an endless combat. Each morning one must put one's capacities to the test again."

Let's remember that success is not an objective that you will one day reach. - and think that it's achieved the end of the line - Instead, think of your quest for excellence as a journey that will last your whole life. - so, the path past will be the success excessively pursuit during life.

at Hot English magazine issue nº12

words in bold - my personal point of view, according to complete the reporter's opinion.
E por incontáveis vezes dando voltas em meu próprio destino, mais me vi no 'porto de partida do que no cais de chegada.'

E ainda que cansado da vista e não mais reconhecendo sua beleza, ainda temo a tempestade.

Só sei que a cada velha lua nova contada, são mais outros dias que me serão cobrados por não ter ido atrás da minha felicidade.

Só espero que as ações realmente contem mais dos que os anos, assim quem sabe, quando me dispor a ser verdadeiramente feliz os anos esperando pelo feito terão sido os efetivos preparos para a viagem até o meio do rio.

Pai, perdoa por este espírito em batalha. Que assim seja!

Getúlio - como se apenas seu primeiro nome já fosse suficiente para apresentações. E mesmo aquele que pergunta: Getúlio quem?? E sem nenhum problema respondo: Oras, Getúlio Vargas!

“Na luta, vencer é adaptar-se, isto é, condicionando-se ao meio, apreender as forças dominantes, para dominá-lo”



"Vencer não é esmagar ou abater pela força todos os obstáculos que encontramos – vencer é adaptar-se."



"Adaptar-se não é o conformismo, o servilismo ou a humilhação; adaptar-se quer dizer tomar a coloração do ambiente para melhor lutar.”

Com certeza é a lei do mais forte. Daquele que sabe tirar do ruim o bom, que faz uma limonada com os limões, que sabe que a luz do dia virá amanhã novamente. A lei do mais forte que não tenta derrubar o inimigo pela força física, mas pela moral, pelo exemplo, pela mudança, pelo poder e força de mudança.

Dias para não serem esquecidos

Imagem
Te pegam de surpresa pois não são esperados. :-)
Enchem os corações de alegria pois são uma surpresa muito boa.
Carregam os nossos espíritos para patamares superiores.
Fazem os sentidos dobrem de sentidos.

Dias para não serem esquecidos

Deveriam tomar maiores espaços em nossos dias, em nossas lembranças, em nossas certezas e lutas.
Talvez nem tanto por suas frequências, mas por seus significados. E desta forma as coias boas tomam mais peso que as coisas não tão boas. Pois é assim que a vida deve ser. Colorida, leve, suave, com carinho. Quem dá o tom é quem vive-a. Quem faz a vida é quem a projeta e recebe o que joga para o Universo.

Dias para não serem esquecidos, para não se esquecer dos dias inesquecíveis.

#ficaadica

.C.A.S.A.M.E.N.T.O.

Elo e união de pessoas com ideais comuns, desejos comuns, sonhos comuns, caminhos comuns, mas sem desejar que suas vidas sejam comuns.

Elo e união de pessoas que querem o amor, o respeito, a igualdade perante o espelho moral, mas não querem ser iguais na diversidade do mundo.

Elo e união que muitos fazem de ponte, outros de salva vidas, outros de silêncio, outros de subjugação.
E outros que fazem de construção, evolução, subtração do egoísmo, adição de conquistas.

Sem dúvida uma prova viva e diária de escolha e reconhecimento.

Poucos que estão prontos, outros menos ainda que entendem o desafio. Compram a ideia na tentativa do desapego, mas diante as dificuldades, o elo que transporta aos caminhos mais altos, preferem mudar os passos e escolher novas pessoas, enquanto não compreendem que o ticket para a felicidade está consigo e não no outro. Caminhar sob os ares de chuva e sol, de calor e frio, do amor e da dor, do constante querer o que nunca permanecerá igual.

Elo que pode ser físic…

Universo de sentimentos

Dicionário de palavras
Caminho de pedras
Nuvem de água
Pó de coceira
Dia de calmaria
Vida de amor


Guerra sem luta
Flor sem cheiro
Dia sem sol
Noite sem sombra
Escolha sem consequência
Sono sem sonho


Analfabeto que lê
Surdo que toca
Mudo que canta
Morto que sente
Feliz que não vive
E o Universo é um mar cheio de sentimentos


FASES

Tão constantes durante nosso trajeto na Terra e tão inconstantes nos deixam quando acontecem.

Me revelo mais calma e serena.
Mesmo quando bate a tempestade,

Me revelo mais tranquila e confiante.
Mesmo quando o vento sopra mais forte.

Uma constância de mudança que não dá espaço para moleza e invigilância.
Mesmo para os mais fortes, sempre ocorre as dúvidas e questionamentos.

E mais uma vez, quanto mais pratico, mais sei, quanto mais estudo, menos sei.
E assim espero que a vida seja contada em atitudes e não apenas em anos.

Sempre falei sobre mudanças... hoje procuro vivenciá-la.

Aquele que se propõe e faz, é um vencedor irrefutável. Superou seus limites e seguiu viagem. Seu caminho floresceu, seus passos se tornaram mais firmes.

Continua...
Continua...
Continua...

A resposta chega, o destino é alcançado, a alma agradece, o coração sobrevive, a sombra descansa, o intelecto não abandona.

Continua...
Continua...
Continua...

'Vem cá Luísa... me dá a tua mão...'

Olhos pulam, não apenas saltam.
Coração corre, não apenas acelera.
As bocas se encontram, não apenas se olham.
As mentes se transformam, não apenas criam.
Os desejos se realizam, não apenas sonham.

E passeando entre amigos blogueiros, acho toda vez e sempre algo interessante que me identifico ou que acho um tremendo ponto de vista e uma baita experiência contada. Aqui reporto a parte que mais curti do texto do blog: Vem cá Luísa... me dá a tua mão... -  http://vemcaluisa.blogspot.com.br/

"...Não fechamos nada, continuamos vivos e atrás da felicidade, a próxima vez vai ser ainda quem sabe mais celestial que desta, mais infernal também, pode ser, deixa pintar. Se tiver aprendido lições (amor é pedagógico), até aproveito e não faço tanta besteira. Mas acho que amor não é cursinho pré-vestibular. Ninguém encontra seu nome no listão dos aprovados. A gente só fica assim. Parado olhando a medida do Bonfim no pulso esquerdo, lado do coração e pensando..."


Fala se não é fantástico sen…