I don't hate you. My heart is just broken...

Sim, dói e não é segredo. Não tenho porque esconder o que se passa. Sofrer é vergonha!? Não acho, mostra que sou humana, que tenho sentimentos e um coração que bate. Coração que lhe foi entregue. Se tivesse tido a coragem em cuidar dele junto ao teu, não estaríamos nesta situação. E uma vez que ele foi dado a ti e não muito bem cuidado, mesmo sendo flexível, o machucou e a ti não bastou. Você quis se desfazer dele, já que o seu está fechando para balanço. E dói, dói porque não sei aonde o meu coração foi deixado por ti, quando ele sofreu o tombo ao ser largado. Mas tudo bem, ele volta. Volta para seu dono e assim se recuperar. E por isso a dor permanecerá por algum tempo. Mas já me disseram e concordo,  que sentir dor por vezes é bom. Me mostra que estou viva e que tenho sangue percorrendo o meu corpo. E o tempo, mais uma vez o tempo, sempre o sr. da razão e aliado, eis que cuidará de tudo. Obrigada pelo teu tempo enquanto esteve com o meu. E tenha certeza de que o meio desta história queria que tivesse sido diferente. Mas minha energia não está mais sendo compatível com a sua, quando me propus a algo ao qual tu não embarcastes junto. E veja: era algo bom, que poderia se tornar em muito bom!

P.s.1: sábado - um ano de namoro = uma noite digna de ser lembrada.
p.s.2: domingo - um stress bobo por falta de comunicação, paciência e tolerância, encobertados pela tua falta de interesse já presente.
p.s.3: segunda - escrevi o texto como se já soubesse que não me querias mais.
p.s.4: terça - acabou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entender vs. Compreender

Morte e Doença - Death and Illness

Pay it forward