Magoar e ser magoado

Hoje me perguntei: 
- Há quem queira ser magoado?
E assim respondi:
- Não! Mas acho que talvez há quem não queira ser feliz. 

Calma, deixe-me explicar. Como aqui já expus, creio que há pessoas que não buscam sua felicidade, porque acham que os outros são responsáveis por ela. Há aqueles que por imaturidade ou ignorância, não sabem buscar o equilíbrio e assim apenas encontram a divergência. Logo, não querem ser magoados, mas não sabem ser felizes também.
E a felicidade é diretamente dependente de cada um, já o magoar eventualmente pode estar ligado ao outro. Na verdade não deveria, mas pode ocorrer o mágoa, sem nenhuma intenção da pessoa se magoar ou do outro na sua ação de magoar. Mas, infelizmente há pessoas que têm o intuito de magoar pessoas, e eis que por vezes o tiro pode sair pela culatra, quando a pessoa não se magoa por reconhecer no outro sua pequenez, sua distinção e a figura de ambos. E assim concluo, apenas nos magoamos quando não reconhecemos os lugares e os patamares que cada um se encontra.
Sim, é péssimo se sentir magoado, pior aquele que magoou e se deixou ser magoado. Pior aquele que não sabe falar, se comunicar sem ferir. Pior aquele que não sabe se remanejar dentro de si e com o outro e assim apenas o que sabe fazer é a mágoa. 

Mas talvez pior que tudo isso é aquele que não saiba perdoar... e eu ainda não aprendi a largar assim tão fácil do passado recente que eu não soube fazer diferente, do futuro que "tiraram" de mim e do presente que não sei modificar de imediato. E aí te vejo da forma de pessoa que não sabia fazer as pazes ou simplesmente ficar de bem contigo e me deixar de bem comigo. Eu simplesmente te vejo assim. E assim com a minha cabeça ainda limitada te vejo egoísta e ignorante. E ainda por algumas vezes que sofro com isso. Ainda não consegui te perdoar, porque ainda não me perdoei da falta de respeito a mim mesma que fiz. Meu ego ferido não sabe lidar com a tua falta de sensibilidade e consideração. Mas já sei que o tempo vai mostrar...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entender vs. Compreender

Morte e Doença - Death and Illness

Pay it forward