sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Os homens precisam amar muito as suas mulheres

Sabe, desde que o mundo é mundo, ninguém veio ao mundo para ficar só. Mas devido as diferenças de raças, crenças, porte físico, hormônios, opiniões e interesses, homens e mulheres tem mais se perdido do que se achado. E neste ínterim houveram tantas coisas boas e não tão boas que as pessoas passam por momentos de solidão tão grande com medo de se machucarem que muitas, mesmo dividindo teto e família, se sentem na maior solidão.
Gostaria de ressaltar alguns pontos:
Devido a ganância de poder, países entraram em guerras, seus homens foram para as trincheiras e suas mulheres para as fábricas. A guerra acabou mas nada mais seria o mesmo. Homens que sobreviveram a guerra já não eram mais os mesmos, assim como as suas mulheres que saíram de casa e ganharam as ruas, a liberdade do trabalho fora de casa, também já não eram mais as mesmas. Logo, a vida não haveria de ser mais a mesma de forma alguma. Mesmo aqueles que a desejassem. Como voltar a vida que um "manda" e a outra deveria "obedecer"? E assim se iniciou a revolução dos sexos. Da tentativa de igualar os sexos. Mas uma igualdade perante a lei, não perante posições sociais. Homem sempre será mais forte fisicamente que a mulher. A mulher por sua vez, sempre será mais sensitiva que o homem. Claro há suas exceções como em todas as regras da vida. Mas pensamos no geral, na maioria. E aí com essa busca de equilíbrio, mulheres queimaram seus sutiãs na tentativa de equiparar seus direitos, mas eis que houve um desbalanço de todos os lados. A liberação sexual ficou banal. O que era para ser adquirido qualidade, foi feito quantidade. Mulheres no direito da igualdade, se desrespeitaram e deixaram homens as desrespeitarem. Homens que não queriam a liberdade feminina, se revoltaram por mulheres poderem trabalhar, alguns gritam, outros chegam a bater e alguns até a matar. Os que queriam, não sabiam como orquestrar tantos pontos antes desconhecidos, e aí se viram um tanto sem função. Mas saibam homens, vocês são necessários, extremamente necessários a vida das mulheres. Tanto quando as mulheres na vida dos homens. Devido ao impasse da desarmonia de gêneros, está um tanto confuso e difícil adequar a equação. Vai levar um tempo. Mas que não percamos a esperança. Que diante do caos, sobressaia o respeito, a consideração, a harmonia. Mas tudo se resolverá apenas se os homens amarem, verdadeiramente amarem suas mulheres. E as mulheres por sua vez souberem educar seus homens. Tudo em uma simbiose de ações. Pessoas normalmente refletem os comportamentos de casa. Logo, se o homem aprendeu a respeitar a mãe, irá respeitar a sua esposa. Se a mulher aprendeu a ser educada, assim saberá educar o homem. E todos dentro de uma simbiose. Não uma simbiose que gere dependência maléfica, mas uma simbiose que um gera no outro o crescimento, como em uma cadeia alimentar, como em um ciclo biológico evolutivo. Pois assim que tudo funciona na natureza. E a física, a química, a matemática podem explicar estes mecanismos que são gerados pelo sentimento recíproco do amor.
Homens, por favor, amem as suas mulheres.
Mulheres, por favor, eduquem os seus homens.
E devem perguntar, por que não digo das mulheres amarem seus homens?!? Bem, toda mulher que se preze, nasce com o sentimento de amor embutido. Sentimento de proteção. Sentimento de cuidado. Sentimento de apreço. E pode ver, foram os homens quem geraram as guerras, e quem suportou, e reergueu, e reconstruiu foram as mulheres. Mais uma vez afirmo, há exceções, mas de forma geral, é assim que o mundo funciona. E neste quesito, homens e mulheres serão sempre diferentes.

p.s.: seja qual for o seu estilo, ame as suas mulheres.

Nenhum comentário: