sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Toque

Que jeito mais simples de me sentir bem,
Que jeito mais simples de demonstrar do querer bem.
Que jeito mais íntimo de sentir alguém.
Que jeito mais íntimo de desejar alguém.

E como uma simples ação que toma um tamanho proporcional,
a quem quero que me toque, a quem eu permita que me toque.

Uma coisa simples que se não for permitido, me sinto invadida... mas se o for, sempre é bem vindo.
Uma coisa simples que sempre mexeu comigo.
Uma coisa bela e rica.

Toque com respeito, Toque com carinho, Toque de surpresa.
Toque apenas se respeite, Toque apenas se há carinho, mas nem sempre Toque de surpresa.
E há tantas formas diferentes de tocar...




Nenhum comentário: