Aquilo que destaca

Unhas feitas... e bam. Acabamos por estragar uma delas, um arranhão, uma ponta que ficou descoberta.
Cabelo com chapinha... e bam. Acabamos por molhar uma ponta ou a chuva naquela hora sem guarda-chuva, uma ponta se desmonta.*
Opinião dada... e bam. Acabamos sendo o centro das atenções, pois mesmo que muitos pensem, nem todos falam.
E aquilo que seria o mínimo, o menor do patamar de uma paisagem, passa a ser o que destaca, o que destoa, o que mais chama a atenção. E o diferente é o que incomoda, o que "atrapalha".
Feliz que há aqueles que acham que essa diferença é o que agrega, o que desenvolve, o que evolui.
Muito feliz em encontrar estes... e são estes mesmos que no meio da multidão se destacam. E assim vamos nos encontrando e formando o nosso mesmos diante das nossas diferenças através da nossa sintonia.
Já entendo o porque que o diferente incomoda. Entendo em quase todos os níveis. Só não entendo de por quê ainda incomoda, se o igual pode ser diferente, quando basta apenas querer. Bem, talvez seja isso, a falta da coragem em ser o diferente... 

* Vamos esclarecer que tenho cabelos cacheados - diversas fotos pelos posts para provar isso - e AMO meus cabelos assim. Dificilmente faço escova e chapinha. Quando faço é devido ao tratamento de banho de creme que precisa ser feito uma vez por ano. Apenas coloquei o exemplo aqui devido ao contexto.

Comentários

Gabriel disse…
Não sei pq.
Li o ínicio deste post imaginando as duas últimas fotos suas do insta.
O dia chuvoso pedindo um café, e a bela moça adentrando a cafeteria com seu cabelo molhado pela chuva.
Não sei pq, imaginei as duas últimas fotos do seu insta.
Um dia chuvoso, paro para um café, esperar a chuva passar, enquanto aprecio a boa música do local, meu café chega, junto com ele, abre a porta do estabelecimento uma bela moça com seus cabelos molhados pela chuva ;)

Postagens mais visitadas deste blog

Entender vs. Compreender

Morte e Doença - Death and Illness

Pay it forward