terça-feira, 17 de novembro de 2015

Chutar o pau da barraca...

Quem nunca chutou?
Quem nunca errou?
Quem nunca permaneceu no erro?
Quem nunca mudou?
Quem nunca consertou?
Quem nunca melhorou?
Quem nunca arrumou?

E lá vamos nós... olha, faz tempo que não chuto o pau da barraca, mas faz tempo mesmo. E sabe por quê? Porque se eu chutar, sou eu quem terá que ir lá e levantar o pau da barraca de novo. Ninguém vai fazer por mim, mas ninguém messssssmo. 
Só estou cansada, um cansaço mental e emocional que toma conta da mente e transborda pelo corpo.
Confesso que ainda há fôlego, mas também confesso que gostaria que houvessem maiores folgas.
Creio que por chegar aqui e ainda sentir que há fôlego, é porque já melhorei, mas ainda não o suficiente para sanar minha dor de estômago e eliminar de vez a alergia que me persegue há mais de 20 anos.
Mas vamos lá meu bem, que o trem não pára. E aqueles que lutam pelo mal também não. Então não há outra alternativa sem não, continuar a luta, pelo bem, pelo melhor, pela mudança pessoal... e torcer que em um determinado momento tudo isso trará um retorno belo e saudável. Quem sabe até um agradecimento... rsrs

p.s.: sem esconder meus sentimentos - ontem chorei feito criança devido a este cansaço, mas não joguei a toalha. Bora!

Nenhum comentário: