terça-feira, 27 de setembro de 2016

Trio Infalível - Infallible Trio

Português:
"Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo." Marcos, 13:33

No grupo doutrinário que cultiva a sinceridade e o desejo de aprender, quando comparece a presença do conflito improdutivo é hora de soar o alarme da vigilância.
Existem muitos companheiros bem-intencionados e dispostos ao trabalho que anseiam pela liberdade irrestrita para exercerem seus papéis, a título de competência e bons resultados. No entanto, nos grupamentos inspirados no Cristo, esse tipo de postura expressa o sutil movimento do personalismo, que rejeita o buril educativo da crítica fraterna e da correção necessária.
Muito justo que nas tarefas coletivas dos grupos transparentes tenhamos planos e metas, aspirações e projetos, entusiasmo e alegria. Resta-nos aferir se semelhantes conquistas são para o bem comum ou para glórias passageiras de destaque particular.
Nas esferas comunitárias do Espiritismo cristão, em qualquer tempo ou lugar, será sempre mais honesto ouvir a expressão mérito nosso ao invés dos desgastados refrões eu fiz, eu resolvi,eu quero.
Nos instantes de aferição grupal, adote o trio infalível: oração, silêncio e trabalho.
Assim, certamente, o trabalho triunfará acima de nossos descuidos.

Comentário: Somos todos um só... um só irmão, uma só carne, uma só vida, um só elo.

English version:
"Take heed, watch and pray: for ye know not when the time is." Mark 13:33

In the doctrinaire group cultivate sincerity and desire to learn, when attending the presence of unproductive conflict it is time to sound the alarm of surveillance.
There are many well-meaning mates and willing to work long for unrestricted freedom to exercise their roles, the title of competence and good results. However, in the groups inspired by Christ, this kind of attitude expresses the subtle movement of personalism, which rejects the educational burin fraternal criticism and needed correction.
Fair enough that the collective tasks of transparent groups have plans and goals, aspirations and projects, enthusiasm and joy. We can only assess whether similar achievements are for the common good or for particular highlight of passing glories.
In Community spheres of Christian spiritism, at any time or place, it will always be honest listen to the expression our merit instead of worn choruses I did, I decided, I want.
In moments of group assessment, adopt the infallible trio: prayer, silence and work.
So certainly the work will triumph over our oversights.

Comment: We are all one ... one brother, one body, one life, one link.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Pauta do dia, mas que possa ser uma rotina



“Recorda teus perseguidores com piedade consoladora, laborando em benefício deles com o perdão. Evoca-os em tuas orações intercessoras, que os alcançarão em forma de lenitivo e esperança. Ajuda-os, por tua vez, como ontem te auxiliaram outros corações dos quais não recordas.” Joanna de Ângelis


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Angústia e Recomeço - Distress and Resumption

Português:
"E tocou-lhe na mão, e a febre a deixou; e levantou-se, e serviu-os." Mateus, 8:15

Para as almas aflitas e angustiadas pela melhoria espiritual, saber que jesus é pastor compassivo e tolerante com nossas falhas é alento e estímulo renovador.
Evite o erro o quanto puderes.
Porém, quando não conseguir, feche os olhos e ore; verá, então, a Mão Generosa do Mestre estendida para você, convidando-o ao recomeço.
Aceite-a e busque se melhorar.

Comentário: – Ainda poucos sabem o verdadeiro valor da oração, de nós mesmos e nosso irmão maior Jesus.

English version:
"And he touched her hand, and the fever left her, and rose, and served them." Matthew 8:15

For distressed and anguished souls by the spiritual improvement, knowing that Jesus is compassionate and tolerant pastor from our failures it is encouragement and renewal stimulus.
Avoid the mistake as you can.
But when you can not close your eyes and pray; You will then see the extended Master Generous Hand to you, inviting you to start.
Accept it and seek to improve yourself.

Comment: - yet few know the true value of prayer, of ourselves and our elder brother Jesus.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Perdas - Losses

Português:
"Mas ajuntai tesouros no céu..." Mateus, 6:20

Mesmo guardando prudência e moderação, você será convocado ao aprendizado do desapego. Na condição de usufrutuário passageiro das bençãos que o felicitam, você não obterá certidão de posse definitiva sobre nenhum de seus bens ou vínculos afetivos.
Não existem perdas reais no universo, porque nada pertence a ninguém.
Quando a vida convidar você às necessárias renovações, ainda que sofra dolorosa cirurgia do desprendimento, mantenha-se no controle de si mesmo,
Hoje é o filho que muda, amanhã um vínculo que parte, depois é um bem surrupiado, mais além o emprego é retirado.
Guarda calma e equilíbrio para que entenda o "recado" de Deus endereçado a você, nas alterações a que a existência o conclama, por via da perda.
As dores das perdas são preciosos receituários contra as ilusões que carregamos. São mudanças necessárias, visando ao caminho das conquistas que legitimamente pertencem a você no reino profundo e particular de sua alma.

Comentário: Mas não somos donos nem de nós mesmos... pois a Deus nós também pertencemos. E tudo passa tão depressa...

English version:
"But lay up for yourselves treasures in heaven ..." Matthew 6:20

Even keeping prudence and moderation, you will be summoned to the learning of detachment. Provided usufructuary passenger of blessings that compliment, you will not get final possession certificate on any of your property or emotional ties.
There are no actual losses in the universe, because nothing belongs to anyone.
When life invites you to the necessary renovations, still suffering painful surgery of detachment, stay in control of yourself,
Today is the child that moves out tomorrow a bond that part, then it is a well filched, further employment is taken.
Guard calm and balance to understand the "message" of God addressed to you, the changes that the existence of the calls, through the loss.
The pain of loss is precious prescriptions against the illusions we carry. Changes are needed, in order to track the achievements that rightfully belong to you in deep and particular realm of his soul.

Comment: But we do not even own ourselves ... because God we also belong to. And everything flies so fast...

domingo, 11 de setembro de 2016

Crenças - Beliefs

Português:
"(...) Quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá." João, 11:25

Que razões levam você a acreditar que mereça a dor pela qual vem passando? Que mecanismos se encontram na base de suas crenças quando você aceita o sofrimento na condição de degrau de espiritualização? Com que objetivo você acolhe passivamente sua infelicidade?
Reavalie suas crenças de vida e verifique se entre elas não encontra um sutil processo de autopunição e desamor.
O sofrimento só é fonte de promoção para quantos aprendem as lições que cavalgam em seu dorso. manter-se na dor, quando já pode e deve dela sair, é descuido para consigo mesmo, ausência de autoamor e medo de enfrentar o desafio da escolha através do imperativo da decisão.
Deseje a felicidade, trabalhe pela transformação de seus problemas, acredite na possibilidade de uma vida plena, ainda que repleta de desafios.
Suas crenças são forças condutoras que se tornam verdades para você.
Cultiva crenças de amor e alegria e a vida responderá a  você com o melhor.

Comentário: "Seja a diferença que você queira ver no mundo." "Você colhe aquilo que você planta." "Se você quer amor, dê amor. Se você quer tolerância, seja tolerante etc." Quantos mais ditados populares devem haver neste mesmo intento de alertar-nos sobre nossa conduta?!

English version:
"(...) He that believeth in me, though he were dead, yet shall he live." John 11:25

What reasons lead you to believe that you deserve the pain that comes through? What mechanisms are the basis for your beliefs when you accept suffering in spiritualizing rung condition? For what purpose do you passively accept your unhappiness?
Reassess your beliefs in life and make sure that among them you do not find a subtle process of self-punishment and unloving.
Suffering is only source of promotion for those learning the lessons ride on its back. keep in pain, when we can and must get out of it, it is careless to yourself, no self-love and afraid of facing the challenge of choice by the imperative of the decision.
Wish happiness, work for the transformation of your problems, believe in the possibility of a full life, although fraught with challenges.
Your beliefs are the driving forces that become truths for you.
Cultivate beliefs of love and joy and life will respond to you with the best.

Comment: "Be the difference you want to see in the world." "You reap what you sow." "If you want love, give love. If you want tolerance, be tolerant etc." How many more popular sayings must be in the same attempt to warn us about our behavior ?!

Assume Seu Leito - Admit Your Place

Português:
"A ti te digo: Levanta-se, toma o teu leito e vai para tua casa." Marcos, 2:11

O paralítico, submetido ao leito de provas, chega àquela enfermaria da vida para o encontro sublime com o Médico do Amor.
Depois de ter restaurada a saúde, recebe a magna orientação do Senhor: "toma o teu leito", adquirindo, em definitivo, o controle sobre as dores a que se ajustava. Ele carregaria a cama, e não o contrário.
A cura do corpo, porém, não o liberta do leito provacional que carregava intimamente. Ele regressaria à origem de suas lutas: "vai para tua casa". Foi no grupo familiar que nasceu sua paralisia.
Ante o exemplo do doente de Cafarnaum, procure assumir seu leito de testemunhos. Busque a nascente de suas dores e cure-as.
Cultive a resignação produtiva, invista no saber libertador, dinamize seus sentimentos pelo próximo, emprenhe-se na disciplina e no sacrifício aos deveres, sirva sem condições, ame indistintamente, ore perante sua fragilidade.
Prossiga confiante rumo ao futuro, assim terá o ensejo de assumir seu leito e, por fim, se livrar da exaustiva jornada de estagnação e dependência.

Comentário: Quando Emmanuel conversou com Chico e o alertou perante sua missão, lhe disse que era necessário 3 coisas: 1º - Disciplina. 2º - Disciplina. 3º - Disciplina. Quando aprendermos a usar o tempo (sempre) ao nosso favor, será apenas uma questão de tempo até atingirmos estágios evolutivos ao qual não iremos sofrer (tanto). Aonde o amor pondera as ações e os sacrifícios não mais se fazem necessário.

English version:
"To you I say unto thee, Arise, take up thy bed, and go unto thine house." Mark 2:11

The paralytic, submitted to bed test comes to that ward of life to the sublime meeting with the Doctor of Love.
Once he had health restored, receives magna guidance of the Lord, "take up your bed," acquiring, ultimately, control over the pain that fit him. He would carry the bed, and not otherwise.
The healing of the body, however, does not release the provacional bed carrying closely. He would return to the origin of his fights, "go home." It was in the family group that it was born his paralysis.
Before the example of the sick at Capernaum, try to take your bed testimonies. Seek the source of your pain and heal them.
Cultivate productive resignation, invest in knowledge liberator, streamline your feelings for others, give yourself to discipline and sacrifice to the duties, serve without conditions, love without distinction, pray before your fragility.
Proceed confidently into the future, so you will have the opportunity to take your bed and finally get rid of the exhausting journey of stagnation and dependency.

Comment: When Emmanuel spoke to Chico and warned him before his mission, told him it was necessary 3 things: 1 - Discipline. 2 - Discipline. 3 - Discipline. When we learn to use the time (always) in our favor, it will only be a matter of time until we reach evolutionary stages which we will not suffer (much). Where love ponders the actions and sacrifices are no longer necessary.