segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Diferença ou igualdade

Gostamos de ser os únicos em determinados aspectos.
Ser único em uma qualidade que outras pessoas admiram.
Ser único no sentimento das pessoas.
Ser único no trato...
Porém não gostamos muitas vezes da solidão que isso traz.
Ou das consequências que isso promove.
Da admiração pode nascer o respeito e o amor ou a inveja e o desprezo.
E ainda que sejamos único em um parâmetro, podemos ser terríveis em outros.
E aí enfrentamos a dificuldade em acender luz sobre a nossa sombra.
Aprender do zero habilidades básicas de comunicação e sair mais uma vez da zona de conforto.
As vezes os especiais se unem pela diferença que os atraem, mas nem sempre é o que procede o companheirismo.
Em um primeiro momento ser igual pode parecer tedioso, mas traz a singularidade unifica do grupo e abre a porta da convivência sem grandes esforços. Não há convite, apenas o fazer parte.
Ainda bem que há gosto para tudo nesta vida.



Nenhum comentário: